Geração de informações: alcançando a geração do milênio com uma abordagem baseada em dados

orientado a dados

De acordo com uma pesquisa recente da Zillow, a geração do milênio passa mais tempo pesquisando, procurando a melhor opção e comparando preços antes de fazer uma compra. E, embora esta nova era do consumidor ultra-informado represente uma grande mudança para marcas e empresas, ela também oferece uma oportunidade de ouro. Embora muitos profissionais de marketing tenham mudado seu mix de marketing para se concentrar em atividades digitais, é igualmente importante aproveitar o mesmo tesouro de dados que a geração Y de hoje está utilizando.

O uso de avanços recentes em pesquisa e tecnologia de dados não precisa ser limitado ao lado do consumidor. As empresas podem combater dados com dados para entender melhor seus públicos-alvo. Ao saber como a geração do milênio está passando pelo processo de pesquisa e quais tipos de informação estão consumindo, os profissionais de marketing podem se adaptar de acordo para apelar a esse grupo demográfico cada vez mais importante.

Dê-lhes o que eles querem

Pense no que torna um site como o Amazon tão atraente - ele conhece o comprador e pode fazer recomendações de compra personalizadas para esse usuário. E não há motivo para sua empresa não conseguir acessar esse tipo de dados analítica, mesmo que você execute uma operação tradicional.

Por exemplo, desenvolvemos um algoritmo com quase 1,000 variáveis ​​que ajuda os revendedores de automóveis a entender os tipos de veículos que seus clientes têm maior probabilidade de comprar. Isso considera fatores como comportamento de compra anterior, as marcas que são populares naquele mercado geográfico, análise competitiva e muito mais. Dessa forma, depois de um millennial pesquisar o tipo de carro que deseja, garantimos que esse veículo esteja no lote da concessionária para que ele esteja pronto para fazer a venda quando o millennial chegar.

A geração do milênio não está visitando lotes de carros para navegar sem rumo; eles fazem essa parte online. Eles gastam 17 horas comprar um veículo na Internet antes da compra. Na era de hoje, é trabalho do revendedor garantir que o lote seja feito sob medida para os gostos da geração do milênio. A geração do milênio está armada com dados; você precisa estar armado com a mesma quantidade de dados (se não mais!) para estar pronto para eles. Uma maneira fácil de fazer isso é examinar os dados históricos de vendas e para quem você está vendendo. Você está convertendo compradores da geração Y? Em caso afirmativo, para quais produtos ou serviços eles estão atraídos? Aproveitando essas informações, você pode projetar seu estoque ideal e aumentar as vendas futuras.

Reveja as críticas

Um número impressionante de 81 por cento dos jovens de 18 a 34 anos buscam a opinião de outras pessoas antes de comprar, de acordo com pesquisa da Mintel. E enquanto o proprietário de uma empresa pode se encolher ao pensar em comentários negativos voltados para o público, as avaliações online oferecem uma oportunidade de obter feedback honesto e não filtrado sobre o que seus clientes pensam de suas experiências. Explore os comentários em sites como o Yelp, Edmunds, TripAdvisor, Cars.com, Angie's List (o que fizer sentido no seu setor) e trabalhe com sua equipe para solucionar quaisquer áreas de preocupação.

Mas não se concentre apenas nas críticas negativas. As críticas positivas podem até ser mais informativas, porque explicam a percepção da sua marca e reputação. Você é conhecido pelo excelente atendimento ao cliente? Para grandes descontos? Para uma ampla seleção? Quando trabalhamos com revendedores de automóveis, identificamos seus pontos fortes e trabalhamos com eles para projetar seu marketing e negócios de acordo. Por exemplo, se os clientes adoram seus preços, eles podem não querer anunciar aquele BMW chique.

Avalie a experiência móvel

Apenas colocar um millennial em sua loja não é mais suficiente, porque a experiência móvel agora está desempenhando um papel no comportamento de compra na loja.  57% da geração Y usam seus telefones para comparar preços enquanto estão na loja. Se você tem um item que chama a atenção deles e um vendedor prestativo que responde às suas perguntas, você ainda pode perder a venda se o cliente procurar seu concorrente no Google e encontrar um preço mais baixo. Eles também estão aprendendo informações qualitativas - por exemplo, se um revendedor de automóveis continuar falando sobre como um veículo é confiável, mas então o cliente ler todos esses comentários sobre o carro quebrando, ele terá perguntas.

A boa notícia aqui é que a experiência móvel pode funcionar como uma forma de dados para sua equipe. Faça algumas experiências de compra simulada e pense nas coisas que alguém pode procurar em seu telefone. Itens específicos em sua loja, concorrentes locais, avaliações, etc. Você pode descobrir que um concorrente está exibindo anúncios de descontos sempre que alguém procura um produto seu popular. Ou talvez seu site não esteja sendo exibido quando alguém pesquisa esse produto, indicando que você pode ter algum trabalho de SEO a fazer.

Mas não se trata apenas de uma jogada defensiva - também pode revelar oportunidades. Por exemplo, ajudamos nossos revendedores parceiros a identificarem casos em que seus concorrentes não estavam fazendo um bom trabalho de marketing de uma marca ou modelo específico. Isso estimula nossos revendedores a estocar esse modelo, talvez a um preço ou qualidade melhor, e gerar mais receita.

Os dados estão em toda parte. Use-o.

A revolução digital não envolve apenas iniciar uma página no Facebook ou veicular alguns anúncios de busca. Os exemplos acima representam apenas algumas maneiras pelas quais você pode acessar as informações online e a experiência do usuário para entender melhor o seu cliente. Ao olhar para a web através dos olhos de seus clientes, você terá uma noção de tudo o que eles estão vendo durante o processo de compra, permitindo que você se ajuste de acordo para ganhar seus negócios.

O que você acha?

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.