Como proteger o WordPress em 10 etapas fáceis

Como proteger seu site WordPress

Você sabia que mais de 90,000 hacks são tentados a cada minuto em sites WordPress globalmente? Bem, se você possui um site baseado em WordPress, essa estatística deve preocupá-lo. Não importa se você dirige um negócio de pequena escala. Os hackers não discriminam com base no tamanho ou importância dos sites. Eles estão apenas procurando por qualquer vulnerabilidade que possa ser explorada em seu benefício.

Você pode estar se perguntando - por que os hackers visam sites WordPress em primeiro lugar? O que eles ganham por se entregar a essas atividades nefastas? 

Vamos descobrir.

Por que os hackers têm como alvo sites WordPress?

Seja no WordPress ou em qualquer outra plataforma; nenhum site está protegido contra hackers. Sendo o máximo plataforma CMS popular, Os sites WordPress são os favoritos dos hackers. Aqui está o que eles fazem:

  • Descubra novas vulnerabilidades de segurança, que são relativamente mais fáceis de encontrar em sites menores. Uma vez que o hacker aprende sobre qualquer fraqueza ou vulnerabilidade, ele pode usar seu conhecimento para atingir sites maiores e causar mais danos.
  • Redirecione seu tráfego de entrada para sites não solicitados. Esse é um motivo comum para direcionar sites de alto tráfego, como resultado do qual um site genuíno pode perder todos os seus usuários para outro site suspeito.
  • Ganhar dinheiro ou gerar receitas desde a venda de produtos contrabandeados em sites genuínos ou por meio de variantes de malware, como ransomware ou mineração de criptografia.
  • Obtenha acesso ao intelectual ou dados confidenciais como dados de clientes, dados privados de negócios ou registros financeiros da empresa. Os hackers podem vender esses dados roubados por dinheiro ou usá-los para obter qualquer vantagem competitiva injusta.

Agora que sabemos como os hackers podem se beneficiar de um hack ou compromisso bem-sucedido, vamos discutir os dez métodos testados e comprovados de protegendo um site WordPress.

10 métodos comprovados de proteção do seu site

Felizmente para o WordPress, existem vários métodos que você pode usar para aumentar a segurança do site. A melhor parte sobre esses métodos é que a maioria deles não é complexa e pode ser implementada por qualquer usuário novato do WordPress. Então vamos começar. 

Etapa 1: atualize seu WordPress principal e plug-ins e temas

Versões desatualizadas do WordPress, junto com plug-ins e temas antigos estão entre os motivos comuns para sites do WordPress serem hackeados. Os hackers costumam explorar bugs relacionados à segurança em versões anteriores do WordPress e de plug-ins / temas ainda em execução na maioria dos sites WordPress.

Sua melhor proteção contra essa ameaça é atualizar regularmente sua versão do Core WordPress junto com a atualização para as versões mais recentes dos plug-ins / temas instalados. Para fazer isso, habilite a funcionalidade “Atualização automática” em sua conta de administrador do WordPress ou faça um inventário de todos os seus plug-ins / temas instalados atualmente.

Etapa 2: use a proteção de firewall 

Os hackers frequentemente implantam bots automatizados ou solicitações de IP para obter acesso a sites WordPress. Se forem bem-sucedidos por meio desse método, os hackers podem causar danos máximos a qualquer site. Os firewalls de sites são construídos para identificar solicitações de IP de endereços IP suspeitos e bloquear essas solicitações antes mesmo de chegarem ao servidor da web.

firewall
Firewall. Conceito de segurança da informação. Conceito de tecnologia isolado no branco

 Você pode implementar a proteção de firewall para seu site optando por:

  • Firewalls embutidos - de sua empresa de hospedagem na web
  • Firewalls baseados em nuvem - hospedado em plataformas de nuvem externas
  • Firewalls baseados em plug-ins - que pode ser instalado em seu site WordPress

Etapa 3: verificar e remover qualquer malware

Os hackers continuam criando variantes inovadoras de malware para comprometer um site. Enquanto alguns malwares podem causar danos consideráveis ​​instantaneamente e paralisar completamente o seu site, outros são mais complexos e difíceis de detectar, mesmo por dias ou semanas. 

A melhor proteção contra malware é verificar regularmente todo o site em busca de infecções. Principais plug-ins de segurança do WordPress como MalCare e WordFence são bons para detecção precoce e limpeza de malware. Esses plug-ins de segurança são fáceis de instalar e executar, mesmo para usuários não técnicos.

malwares

Etapa 4: use um host seguro e confiável 

Além das versões e plug-ins / temas desatualizados do WordPress, a configuração da hospedagem na web tem uma palavra significativa na segurança do seu site. Por exemplo, os hackers costumam ter como alvo sites em uma plataforma de hospedagem compartilhada que compartilha o mesmo servidor entre vários sites. Embora a hospedagem compartilhada seja econômica, os hackers podem infectar facilmente um site hospedado e, em seguida, espalhar a infecção para todos os outros sites.

Para estar do lado seguro, opte por um plano de hospedagem na web com recursos de segurança integrados. Evite hosts compartilhados e, em vez disso, opte por hospedagem WordPress gerenciada ou baseada em VPS.

Etapa 5: faça um backup completo do seu site WordPress

Backups de sites podem ser um salva-vidas se algo acontecer com seu site. Os backups do WordPress armazenam uma cópia do seu site e arquivos de banco de dados em um local seguro. No caso de um hack bem-sucedido, você pode restaurar facilmente os arquivos de backup do seu site e normalizar suas operações.

Os backups do WordPress podem ser realizados de várias maneiras, mas a melhor técnica para usuários não técnicos é por meio de plug-ins de backup como BlogVault ou BackupBuddy. Fáceis de instalar e usar, esses plug-ins de backup podem automatizar as atividades relacionadas ao backup para que você possa manter o foco em suas tarefas diárias.

Etapa 6: proteja sua página de login do WordPress

Entre as páginas de sites mais comuns direcionadas por hackers, sua página de login do WordPress pode fornecer acesso fácil às suas contas mais confidenciais. Usando ataques de força bruta, os hackers implantam bots automatizados que tentam repetidamente obter acesso à sua conta “admin” do WordPress por meio da página de login.

Existem vários métodos para proteger sua página de login. Por exemplo, você pode ocultar ou alterar o URL da página de login padrão, que normalmente é www.mysite.com/wp-admin. 

Plug-ins populares da página de login do WordPress como “Tema meu login” permitem que você esconda (ou altere) sua página de login facilmente.

Etapa 7: desinstale quaisquer plug-ins e temas não usados ​​ou inativos

Conforme mencionado anteriormente, plug-ins / temas podem fornecer uma porta de entrada fácil para hackers criarem confusão com seu site WordPress. Isso é igualmente verdadeiro para quaisquer plug-ins e temas não usados ​​ou inativos. Se você instalou um grande número deles em seu site e não os usa mais, é aconselhável removê-los ou substituí-los por plug-ins / temas mais funcionais.

Como você faz isso? Faça login em sua conta do WordPress como um admin usuário e veja a lista de plug-ins / temas instalados atualmente. Exclua todos os plug-ins / temas que não estão mais ativos.

Etapa 8: use senhas fortes

Isso não deveria ser óbvio? No entanto, ainda temos senhas fracas, como senha e 123456 sendo usado. Os hackers geralmente exploram senhas fracas para executar um ataque de força bruta bem-sucedido.

senha forte

Para todos os seus usuários do WordPress, imponha algumas diretrizes. Use senhas de pelo menos 8 caracteres, com uma combinação de maiúsculas e minúsculas, alfanuméricos e caracteres especiais. Uma medida de segurança adicional deve ser alterar suas senhas do WordPress pelo menos uma vez a cada três meses.

Etapa 9: Obtenha um certificado SSL para seu site

Abreviação de Secure Socket Layer, a certificação SSL é uma necessidade absoluta para todos os sites, incluindo sites WordPress. Por que é considerado mais seguro? Cada site certificado por SSL criptografa as informações que estão sendo passadas entre o servidor da web e o navegador do usuário. Isso torna mais difícil para os hackers interceptar e roubar esses dados confidenciais. O que mais? Esses sites também são favorecidos pelo Google e recebem um melhor classificação do Google.

https ssl seguro
Endereço de Internet protegido exibido na tela LCD.

Você pode obter um certificado SSL do provedor de hospedagem da web que hospeda seu site. Caso contrário, você pode instalar ferramentas como Let's Encrypt em seu site para o certificado SSL.

Etapa 10: Use o reforço de sites WordPress 

A medida final é implantar medidas de proteção de sites prescritas pelo WordPress. Endurecimento de sites WordPress compreende várias etapas que incluem:

  • Desativando o recurso de edição de arquivo para evitar a entrada de código malicioso em seus arquivos importantes do WordPress
  • Desativar a execução de arquivo PHP que impede que hackers executem arquivos PHP contendo qualquer código malicioso
  • Ocultar a versão do WordPress que impede que hackers descubram sua versão do WordPress e procurem qualquer vulnerabilidade
  • Ocultar os arquivos wp-config.php e .htaccess que são comumente usados ​​por hackers para danificar seu site WordPress

Conclusão

Nenhum site WordPress, grande ou pequeno, está completamente protegido contra hackers e malware. No entanto, você certamente pode melhorar sua pontuação de segurança seguindo cada uma dessas dez medidas descritas neste artigo. Essas etapas são fáceis de executar e não requerem nenhum conhecimento técnico avançado.

Para tornar as coisas mais fáceis, a maioria dos plug-ins de segurança integra muitos desses recursos, como proteção de firewall, varredura programada, remoção de malware e proteção de sites em seus produtos. É altamente recomendável tornar a segurança do site uma parte integrante de sua lista de verificação de manutenção do site

Deixe-nos saber o que você acha desta lista. Perdemos alguma medida de segurança crucial que é absolutamente necessária? Deixe-nos saber em seus comentários.

O que você acha?

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.