Os 12 arquétipos da marca: qual é você?

Marca

Todos nós queremos seguidores leais. Estamos constantemente procurando por aquele plano de marketing mágico que nos conectará ao nosso público e tornará nosso produto uma parte insubstituível de sua vida. O que nem sempre percebemos é que conexões são relacionamentos. Se você não tem certeza de quem você é, ninguém vai se interessar por você. É fundamental que você entenda quem é sua marca e como deve iniciar um relacionamento com seus clientes.

Existem 12 identidades básicas - ou arquétipos- uma marca pode assumir. Abaixo, dividi todos os 12 para ajudá-lo a entender a que lugar pertence:

  1. O MÁGICO realiza sonhos - O arquétipo do Mago tem tudo a ver com visão. As marcas mágicas não constroem uma escova de dentes melhor ou ajudam a manter sua casa limpa; eles trazem seus sonhos mais loucos à vida. O que eles oferecem é uma grande experiência que ninguém mais poderia alcançar. Um mago está tão em sintonia com os fundamentos do universo que pode criar o impossível. Disney é o mágico perfeito. A Disney é fundamentalmente uma empresa de mídia, mas eles são diferentes de qualquer outro. Eles oferecem uma experiência transformadora. Eles estão em uma categoria própria devido à grandeza de sua visão. Imagine outra marca que poderia construir um Magic Kingdom ou um Disney World.
  2. A SAGE está sempre buscando a verdade - Para um sábio, a sabedoria é a chave do sucesso. Tudo o mais é secundário para a busca do conhecimento. Uma marca sálvia pode não parecer quente e fofa. Eles não o envolvem em um mundo fantástico como a Disney. Em vez disso, um sábio comanda seu respeito, mostrando seu brilho. A Universidade de Harvard é uma sábia. Eles são uma das universidades mais reverenciadas do mundo. Ostentando uma lista de ex-alunos que inclui oito presidentes dos Estados Unidos, 21 ganhadores do Nobel e Mark Zuckerberg (mais ou menos), a marca de Harvard tem tudo a ver com ser a mais inteligente.
  3. O INOCENTE só quer ser feliz - O inocente pertence ao paraíso. Todos são livres, virtuosos e felizes em um mundo inocente. Uma marca inocente nunca o culpará com um anúncio ou exagerará para convencê-lo. Em vez disso, uma marca inocente irá encantá-lo com algo muito mais poderoso: Nostalgia. Orville Redenbacher é o arquétipo inocente prototípico. Eles vendem uma guloseima de infância, pipoca, e seu mascote é um vovô que não para de se divertir desde que gravatas-borboleta não eram nada ironicamente.
  4. O OUTLAW quer revolução - O Outlaw não tem medo. Marcas fora da lei controlam sua vida sem levar em conta o status quo. Onde o arquétipo inocente toca a parte de você que amava a hora do lanche no jardim de infância, o arquétipo do fora-da-lei apela à parte de você que mata as aulas no colégio. Construir um culto de seguidores como a Apple é o objetivo final de uma marca fora da lei. Lembra-se daqueles antigos comerciais do iPod em que as pessoas monocromáticas passavam os melhores momentos de suas vidas dançando? Esse anúncio não diz para você ficar no meio da multidão ou ir a um show. Diz a você para ser você mesmo, para dançar quando quiser e para fazê-lo com a Apple. Se você acha que a Apple não tem seguidores cult, considere o seguinte. As pessoas esperaram na fila por horas quando o Galaxy S7 foi lançado? Não, é a resposta.
  5. O JESTER vive no momento - O Jester tem tudo a ver com diversão. As marcas de Jester podem não curar doenças, mas estão tornando seu dia melhor. Humor, tolice e até bobagem estão no kit de ferramentas de um bobo da corte. O objetivo de uma marca de bobo da corte é fazer você sorrir com alegria e alegria. The Old Spice Man é uma das minhas campanhas favoritas de todos os tempos e o exemplo perfeito de um arquétipo do bobo da corte. Alguns caras reagem bem a marcas hiper-masculinas. Outros caras não. Ao fazer piada com essas marcas super masculinas, a Old Spice atrai os dois lados.
  6. O AMANTE quer torná-lo deles - Paixão, prazer e sensualidade são as palavras-chave do amante. Uma marca de amantes quer que você os associe a momentos íntimos de sua vida. O que você compra para comemorar? O que você compra para o seu outro significativo em aniversários e datas especiais? Provavelmente, você está comprando de uma marca amante. Pense nos anúncios da Godiva Chocolate. Eles sempre o fazem pensar sobre sua saúde, suas finanças ou seu futuro? Não. Godiva te seduz. Mostra sua riqueza e cremosidade. Convida você a participar da maior indulgência da vida: o chocolate.
  7. O EXPLORER quer se libertar - A liberdade é tudo com que um explorador se preocupa. Enquanto outras marcas podem tentar ajudá-lo a construir uma casa, as marcas exploradoras querem levá-lo para fora. Com isso em mente, faz sentido que muitas marcas de outdoor se encaixem naturalmente no arquétipo do explorador. Subaru é a marca Explorer clássica. Eles não vendem seus carros com base no luxo ou conforto; eles enfatizam a liberdade que um Subaru oferece. Blizzard? Sem problemas. Subaru permite que você decida para onde está indo, não importa a circunstância. Você é livre.
  8. O RULER quer poder absoluto - Luxo e exclusividade são a essência do governante. Uma marca governante é um porteiro. Se um cliente compra deles, eles passam a pertencer à elite. Ser considerado caro e de alta qualidade é fundamental para uma marca de régua. Joias e veículos de última geração são ajustes naturais para o arquétipo do governante. Você compra um Mercedes Benz por causa de sua classificação no teste de colisão? E quanto ao consumo de combustível? Seus assentos aquecidos? Não. Você compra um Mercedes-Benz porque pode pagar, e a maioria das outras pessoas não. Sempre que você estacionar o carro, as pessoas entenderão seu status sem que você diga uma palavra. Esse valor compreendido discretamente é o que uma marca governante vende.
  9. O CUIDADOR quer cuidar de você - O cuidador é benevolente. Eles querem estar lá para você e as pessoas que você ama. Marcas de cuidadores têm tudo a ver com cordialidade e confiança. Você pode contar com eles quando se trata de seus filhos. É raro ver uma marca de cuidador veicular um anúncio que ataca a concorrência. Eles são o oposto de confrontação. O slogan da Johnson & Johnson é Johnson & Johnson: uma empresa familiar. Você não pode ficar mais comprometido com as famílias do que isso. Um anúncio da Johnson & Johnson sempre se concentra em como seus produtos ajudam você a cuidar de seus filhos. Como seus produtos constroem famílias. Isso é pão com manteiga para o arquétipo do cuidador.
  10. O HERO quer provar a si mesmo - O herói torna o mundo melhor por ser o melhor. Uma marca heroica não se preocupa em cuidar de você; eles estão interessados ​​em desafiá-lo. Se você quiser estar à altura da ocasião, precisará da ajuda de um herói. O Exército dos EUA é o exemplo definitivo de um arquétipo de herói. Pense nos comerciais de recrutamento que você viu com tropas pulando de helicópteros, realizando cursos de treinamento e protegendo o país. Alguma coisa que lembra o seu dia-a-dia? Claro que não. Não é suposto. É projetado para obrigá-lo a Atender a chamada e esteja à altura da ocasião juntando-se a uma marca de herói: o Exército dos EUA.
  11. O CARA REGULAR / MENINA quer pertencer - Sem brilho ou glamour, apenas um produto confiável que realiza o trabalho. É isso que as marcas comuns de garotos / garotas estão vendendo. O arquétipo se concentra em fornecer algo tão distante da pretensão que possa agradar a todos. É o arquétipo mais difícil de ser implementado porque você precisa ter um produto que agrade a dados demográficos. Todo mundo bebe café. Nem todas as pessoas, mas todos os grupos demográficos importantes, com a possível exceção de bebês. Isso é o que torna a Folgers uma ótima marca para qualquer homem / mulher. A Folgers não faz marketing para um público moderno. Eles não se gabam de seu café orgânico de alta qualidade. Eles mantêm a simplicidade: “A melhor parte de acordar é Folgers na xícara”. Todo mundo acorda. Todo mundo bebe Folgers.
  12. O CRIADOR anseia pela perfeição - Um criador não está preocupado com o custo de produção ou em fazer coisas em grande escala. Eles se preocupam com uma coisa: construir o produto perfeito. Enquanto o mágico também enfatiza a visão e a imaginação, os criadores são diferentes porque não desvendam a magia do mundo e criam o impossível. Eles criam o produto perfeito. Lego é um ótimo exemplo de arquétipo do criador. Em um de seus anúncios, a Lego recriou com detalhes impressionantes os pontos turísticos mais famosos do mundo. Eles não construíram novos sites e não criaram nenhuma nova tecnologia que os colocasse em sua casa. A Lego usou a tecnologia mais simples possível: blocos. Eles pegaram essa simplicidade e a levaram ao seu extremo mais perfeccionista. Isso é o que significa ser um criador.

Então, qual é o arquétipo da sua marca?

Com décadas de experiência, posso dizer que todas as empresas chegam à mesa presumindo que são todos os homens / mulheres, mas em 99% dos casos, não são. Detalhar o que torna sua marca especial e como seus clientes se conectam melhor com seus produtos não é fácil, mas é a coisa mais importante que você pode fazer para entender qual arquétipo você deve usar.

O que você acha?

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.